​Movimento Rio de Mãos Dadas debate a retomada do setor de gastronomia na capital do Rio

qua, 22/09/2021 - 20:43h - Capital

Compartilhar:

Liderado pelo SindRio, o encontro digital realizado no dia 4 de outubro terá palestras com profissionais renomados sobre soluções criativas para reaquecer o setor e mentorias gratuitas individualizadas para pequenos e médios empresários de polos gastronômicos da cidade

A jornada de relacionamento Rio de Mãos Dadas, promovida pelo Senac RJ, Sebrae Rio e pelo Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio), debate no dia 4 de outubro, às 17h30, a retomada do setor da gastronomia carioca com o objetivo de incentivar pequenos e médios empresários de polos gastronômicos da cidade a impulsionar seus negócios. Com o tema “O que tem no cardápio? Restaurantes depois da pandemia”, o evento gratuito terá palestras com a Chef Embaixadora do Senac RJ, Teresa Corção, e com o coordenador da graduação em Hotelaria do Senac RJ, Gustavo Araújo. Ambos irão oferecer também mentorias individualizadas para os participantes. As inscrições podem ser feitas pelo link: https://www.rdmdpelointerior.com.br/polosrio-gastronomia

O movimento Rio de Mãos Dadas reúne uma série de ações que visam incentivar a retomada da confiança da população e o envolvimento das pessoas em um clima de positividade para superar difícil período de pandemia. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento da economia e reativar potencialidades locais.

“Os empresários dos polos gastronômicos do Rio de Janeiro, fortemente impactados pela pandemia de Covid-19, têm agora o grande desafio de se reinventarem em um contexto desafiador imposto pelas restrições dos novos protocolos sanitários, que ainda se mantêm mesmo diante do avanço da vacinação, e pela insegurança por parte dos clientes, que retornam aos restaurantes. O Rio de Mãos Dadas, uma parceria da Fecomércio RJ, Sesc, Senac e IFec com os sindicatos e com o Sebrae Rio, tem o objetivo de contribuir para recuperar a confiança do setor mediante a oferta de qualificações e treinamentos sob medida para os empresários. São novas ferramentas, tecnologias e processos que poderão auxiliá-los na retomada das atividades econômicas”, enfatiza o presidente da Fecomércio RJ e do Conselho Deliberativo do Sebrae Rio, Antonio Florencio de Queiroz Junior.

Para o presidente do SindRio, Fernando Blower, a realização do Rio de Mãos Dadas voltado para pequenos e médios empresários de polos gastronômicos do Rio é uma importante iniciativa que tem como foco promover a retomada:

“O evento “O que tem no cardápio? Restaurantes depois da pandemia” traz conteúdo de alta qualidade e muita relevância para os empresários do setor gastronômico, que está aos poucos se recuperando do longo período de crise causado pela pandemia.”

O encontro virtual irá abordar assuntos como a retomada dos restaurantes, os protocolos para receber clientes, mesmo diante do avanço da vacinação e da reabertura do comércio com menos restrições, entre outros desafios do setor. Após as palestras, os especialistas Teresa Corção e Gustavo Araújo irão oferecer mentorias personalizadas para ajudar os empresários participantes a encontrarem soluções e a identificarem oportunidades para alavancar seus negócios. Os 20 primeiros participantes, que se interessarem pelas mentorias individuais gratuitas, poderão se inscrever até o final do evento pela mesma plataforma Zoom.

Um setor que impacta também na retomada de polos gastronômicos da capital, é o turístico. Segundo Margareth Carvalho, coordenadora de Turismo do Sebrae Rio, pesquisas recentes apontam recuperação setor. No entanto, faz um alerta:

“Em nossa última pesquisa, 85,5% alegaram que viajar é prioridade nos próximos meses. O levantamento aponta ainda que a recuperação do setor de turismo será por etapas, sendo que os índices pré-Covid serão alcançados apenas em 2025. A procura por destinos internos aumentará consideravelmente e a experiência do consumidor será um dos fatores de sucesso. Antes, o empreendedor precisa estar atento às novas necessidades que serão implementadas como: transmitir segurança ao cliente, a utilização de novas tecnologias e serviços, a harmonização de protocolos e a adoção do conceito low touch”, afirma Margareth Carvalho, coordenadora de Turismo do Sebrae Rio.

Além das mentorias, o Senac RJ irá oferecer, por meio do SindRio, 60 vagas gratuitas voltadas para o comércio em cursos profissionalizantes pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG), que atende a pessoas com renda familiar per capita de até dois salários mínimos.

A iniciativa também abrange outros municípios fluminenses com a realização do Rio de Mãos Dadas pelo Interior. Lançada no mês de março, em Petrópolis, a jornada de relacionamento já percorreu os municípios Teresópolis, Nova Friburgo, Cabo Frio, Itaperuna, Volta Redonda, Angra dos Reis, Valença, Itaperuna, Barra Mansa, Duque de Caxias, Campos dos Goytacazes, Nova Iguaçu. Outras 9 regiões do estado também irão receber o projeto, inicialmente em plataforma digital, onde serão abordados, além da Gastronomia e do Turismo, o setor do Varejo, entre outros.

Você pode gostar de ver também